quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Filhos de Deus ou Massa de Manobra?


http://www.cidadeviva.org/mensagens/index.php?id=26

FILHOS DE DEUS OU MASSA DE MANOBRA?

Sérgio Queiroz
Pastor Titular da Cidade Viva

Texto- Base: Efésios 4: 7-16

INTRODUÇÃO:
O cristianismo ocidental tem sido atingido por uma grave enfermidade. Essa enfermidade tem nos tornado um exército fraco e muito pouco consciente de sua missão. Um exército mal treinado e que vem sendo facilmente vencido pelas estratégias inimigas. Essa enfermidade é fruto da inexistência de um conhecimento bíblico mais efetivo por parte da grande maioria dos cristãos.
Paulo escreveu a passagem acima com a intenção de produzir uma verdadeira revolução mundial, capaz de promover a justiça e a glória de Deus. Entretanto, ora em razão do desconhecimento por parte da grande massa dos Cristãos e ora por manipulação de muitos líderes, muitos ainda não compreenderam o quanto são importantes para a transformação do mundo, caso assumam os papeis dados por Deus com responsabilidade e maturidade.
Da leitura do texto acima, podemos chegar às seguintes conclusões:
1º - Deus deu a cada um
dos seus filhos uma medida (porção) da sua graça. (v.31-33).
2º - O papel dos líderes não é manobrar, mas equipar o povo de Deus e ajudá-lo a cumprir os seus papéis estabelecidos por Deus na igreja e no mundo (v.12)
Deus nunca estabeleceu classes de cristãos, como se alguns fossem mais importantes do que outros. Essa divisão é humana e em alguns casos é mesmo diabólica. O importante papel bíblico dos pastores-mestres não é conduzir um rebanho cego, burro e inoperante, mas despertar o dom presente em cada um dos membros da igreja e fazê-los entender o quanto são preciosos e importantes no projeto de Deus. Hoje muitos agem como se o título de pastor fosse mais importante do que a própria função pastoral. Ser pastor não é uma questão de ostentar um título, mas de cumprir uma dentre tantas importantes funções no Corpo de Cristo.
3º - Precisamos redescobrir e aplicar um novo modelo de educação e formação cristã, que tenha as seguintes características:
a) Seja inclusivo (v.13) – Todos devem se engajar nele;
b) Tenha a vida e o ministério de Cristo como objetivo educacional e modelo a ser vivenciado por cada um; (v.13, 2ª parte)
c) Que nos tire da dependência (crianças) e nos conduza a um aprendizado consciente, crítico, responsável e coletivo (v.14)
d) Que seja guiado pelo próprio Cristo (o cabeça) (v.15)
e) Que produza transformações reais na sociedade, à medida que a Igreja assume o seu papel e todos fazem a sua parte. (v.16)
ESTUDO PARA AS CONEXÕES
A -
CONHECENDO UNS AOS OUTROS
1 – Você alguma vez foi manipulado por alguém a fazer ou deixar de fazer alguma coisa? Como você se sentiu?
2 – Você concorda que quando não conhecemos bem alguma coisa, nós somos facilmente enganados?
B –
COM A BÍBLIA NA MÃO
Leiam novamente o texto da mensagem (Efésios 4:7- 16) e debatam sobre o modelo de educação cristã sugerido no item três da mensagem.
C –
MERGULHANDO PROFUNDO
Leiam 1 Timóteo 4:1-4 e respondam a seguinte pergunta: Será que estamos dispostos a aprender o que realmente muda a nossa vida ou estamos querendo ouvir o que agrada aos nossos ouvidos e nos desvia do verdadeiro plano de Deus?
D –
DESAFIO DA SEMANA
Cada participante lerá o livro de Efésios durante a semana, inclusive os líderes de conexão, e compartilharão o quanto aprenderam no próximo encontro que tiverem.
http://www.cidadeviva.org/mensagens/upload/1/filhosdeusmassamanobra.pdf

Nenhum comentário:

Postar um comentário