sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Pr. Marcos Pereira no Conexão Repórter SBT















Página em branco




Não entendo porque
A vida insiste em me levar
Por caminhos que só me trazem sofrimento
Dor e agonia
Caminhos esses que eu não escolhi traçar
Caminhos esses que só me fazem chorar
Minha vida é assim
É tão difícil suportar
Vivo nos becos das favelas
Portando pistolas e fuzis
A quanto tempo eu não sei o que é dormir
Escravo da droga
Tendo que fugir para viver
Ter que me esconder para não morrer
Minha vida é assim
Não suporto mais ver minha mãe chorando
Em desespero
Aguardando a qualquer momento
A noticia que eu morri
Preencha o vazio que existe no meu coração
Arrebenta as grades da prisão
Me tira daqui
Refrão
Uma página em branco Deus é o que eu quero ser
Reescreve a minha história me ajuda a vencer
Deus estende a tua mão e me levanta desse chão
E escreve a minha vida outra vez
Apenas um jovem
Tendo que suportar tamanho preconceito
A sociedade diz que já não tem mais jeito
Pra mim
Eu não tenho paz, não tenho alegria
A palavra tristeza resume minha vida
Onde deixei o meu coração
Minha esperança foi levada pelo vento
E com ela foram juntos os meus sentimentos
Eu preciso de alguém que me estenda a mão
Guerreiro do tráfico
Pra muitos eu não passo de um viciado
Sei que roubo, sei que as vezes até ando armado
Mas sei que Deus tem outra opção
O sonho da minha vida
É poder um dia construir uma familia
E poder andar de cabeça erguida
Ser tratado como um cidadão
Refrão
Uma página em branco Deus é o que quero ser
Reescreve a minha história me ajuda a vencer
Deus estende a tua mão e me levanta desse chão
E escreve a minha vida outra vez

Nenhum comentário:

Postar um comentário