sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Submeta-se e ouça a voz de Deus


É bem possível que alguma vez, lendo o livro de Gênesis você já tenha se perguntado: Por que Deus só deu sonhos para José?

Alguns dirão que isso se deve a soberania de Deus. Tudo bem, Deus é soberano mesmo. Mas eu pergunto: Será que Deus só falava com José?

Primeiramente, vamos ler Gn 37.2:
Tendo José dezessete anos, apascentava os rebanhos com seus irmãos; sendo ainda jovem, acompanhava os filhos de Bila e os filhos de Zilpa, mulheres de seu pai; e trazia más notícias deles a seu pai.

Deus tinha sim um plano maravilhoso na vida de José. Entretanto não consigo imaginar que desejasse o mal aos demais irmãos! Na verdade, eles eram desobedientes, de má índole. José presenciava os erros de seus irmãos e ficava horrorizado! Contava tudo para Jacó. Pessoas dispostas a matar ou vender o próprio irmão revelam uma grande falha no caráter.

Precisamos admitir, eles não honravam Jacó. Desprezavam o velho pai. Mentiam para ele, como no caso de José (Gn 37.20). Além disso, quando iam trabalhar, não prestavam contas corretamente de onde estavam (Gn 37.17) indo de Siquém para Dotã, uma importante rota comercial para o Egito. O que fariam ali? Negociariam as ovelhas de seu pai dizendo que animais as aviam comigo e ficando com dinheiro para si? Venderam José, não me admiraria se já praticassem tal comércio há muito tempo com os animais de Jacó. O que mais faziam ali as ocultas de Jacó? O que praticavam esses homens que enojava o jovem José? Jovem forte e vigoroso, José certamente ficaria escandalizado se visse Rúben ou Judá com alguma prostituta, fraqueza para isso eles tinham (Gn 35.22; Gn 38.15-17).

Talvez Deus quisesse mesmo falar com os irmãos de José. Porém eles estavam tão ocupados com seus prazeres carnais que não tinham tempo para o prazer de buscar ao Senhor.

Digo mais. Por que Deus daria grandes missões a homens que não obedeciam nem sua autoridade terrena? Acaso obedeceriam a Deus aqueles que faziam o pai de trouxa? Poderiam aqueles que só traziam tristeza ao pai terreno dar alegria ao Pai Eterno?

José honrava Jacó, ouvia Jacó. Seu pai dizia vai e ele ia. A obediência de José não parou por ai. Como em uma prefiguração de 1Pe 2.13-25 José submetia-se a todo tipo de autoridade, justa ou injusta. Sujeitou-se a Potifar, na cadeia e também a Faraó. Era um homem submisso e que sabia o valor da honra.

Para finalizar esta postagem e também a história de José, fica o verso de 1Pe 5.6:
Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, para que ele, em tempo oportuno, vos exalte.

FONTE:http://sbkauer.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário