quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Por que Deus decretou o Mal? - Jonathan Edwards (1703-1758)

É algo apropriado e excelente que a infinita glória de Deus resplandeça; e pela mesma razão, é apropriado que o brilho da glória de Deus seja completo; isto é, que todas as partes de sua glória devam resplandecer, que cada beleza deva ser proporcionalmente fulgurante, a fim de que aquele que olha tenha uma noção adequada de Deus. Não é apropriado que uma glória deva ser excessivamente manifesta , e outra não ...


fonte: http://www.josemarbessa.com/2010/09/por-que-deus-decretou-o-mal-jonathan.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário