sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Dicas preciosas para os pastores que se sentem desanimados.

Por Renato Vargens

O ministério pastoral não é nada fácil. Volta e meia encontro alguns pastores enfrentando lutas significativas em seus ministérios. São problemas de saúde, financeiros e familiares, que surgem de forma inplacável levando o ministro a um estado de prostração e desânimo.

Conta-se que certa feita, Lutero, um dos grandes heróis da Reforma, sentia-se extremamente abatido em razão das tremendas lutas que enfrentava. Numa manhã, sua esposa, Catharina Van Bora, amanheceu diante dele trajada de luto, luto carregado. Lutero estranhou, e indagou-lhe, surpreso, quem morrera no círculo dos parentes e amigos... e Catharina, com a maior simplicidade, respondeu: "Deus morreu..." (o mesmo que estão dizendo alguns sabidões dos nossos dias). Lutero replicou. "Não é possível, Catharina... Deus é o Criador do universo, é eterno, onipresente, onisciente, onipotente, etc. Depois de ouvir o eloqüente sermão do esposo, Catharina respondeu: "Pois é, eu pensava que Deus houvesse morrido, pois eu o vejo tão acabrunhado e infeliz que estava supondo que nosso Pai morrera...". Foi quando Lutero compreendeu a lição. Ele pregou à esposa um eloqüente sermão, mas em verdade era ela que estava ensinando-lhe uma poderosa lição.

É possível que ao ler este texto você esteja passando por situações onde a impressão que tem é de que nunca mais desfrutará de momentos alegres e felizes na vida. Quem sabe as nuvens da incerteza estejam assolando sua alma e coração de forma impiedosa; ou talvez o medo o esteja chicoteando levando-o a um estado de nervos acima do comum?

Caro leitor, gostaria de incentivá-lo a nutrir o coração de esperança, bem como da certeza de que o Deus o qual servimos está acima de tudo e de todos, e que como o sol que brilha acima de nuvens e tempestades, soberanamente ele continua guiando sua vida.

Não desista de seus sonhos, nem tampouco dos seus alvos, persevere, continue em direção meta estabelecida, afinal de contas, você é de Cristo e não desiste nunca.

Pense nisso!

Renato Vargens

Nenhum comentário:

Postar um comentário