domingo, 12 de setembro de 2010

Nada Além do Sangue


Teu Sangue leva-me além
A todas as alturas
Onde ouço a Tua voz
Fala de Tua justiça pela minha vida
Jesus, este é o Teu Sangue
Tua cruz mostra a Tua graça
Fala do amor do Pai
Que prepara para nós
Um caminho para Ele
Onde posso me achegar
Somente pelo sangue

Que nos lava dos pecados
E nos traz restauração
Nada além do sangue
Nada além do sangue
De Jesus

Que nos faz brancos como a neve
Aceitos como amigos de Deus
Nada além do sangue
Nada além do sangue
De Jesus
Eu sou livre, eu sou livre
Nada além do sangue
Nada além do sangue
De Jesus
Alvo mais que a neve
Alvo mais que a neve
Sim, neste sangue lavado
Mais alvo que a neve serei

Nenhum comentário:

Postar um comentário