sábado, 19 de fevereiro de 2011

O que penso de meu Mestre




Vou contar-vos o que penso de meu Mestre,
Como dEle recebi a luz e a paz;
Pois mudou-me, eu bem sei, completamente;
Só Jesus a minha alma satisfaz.

Sempre cuidará de mim, meu Mestre,
Com desvelo e compaixão sem fim!
Nenhum outro tira a culpa do pecado.
Oh! como Ele ama a mim!

Meu maior desejo agora é honrá-Lo,
Proclamar o que Ele fez pra me salvar;
E cantando esse amor inigualável,
Quero a Deus a minha vida consagrar.

Sempre cuidará de mim, meu Mestre,
Com desvelo e compaixão sem fim!
Nenhum outro tira a culpa do pecado.
Oh! como Ele ama a mim!

Cuidará de mim ó meu Senhor

Sempre cuidará de mim, meu Mestre,
Com desvelo e compaixão sem fim!
Nenhum outro tira a culpa do pecado.
Oh! como Ele ama a mim, a mim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário