sábado, 19 de fevereiro de 2011

Salário mínimo: Conheça os deputados evangélicos que seguiram seus partidos e votaram pelo aumento de apenas R$5


Após ser divulgada a lista dos deputados evangélicos que votaram contra o aumento do salário mínimo para R$600, foi divulgado agora a lista dos que votaram com o Governo e foram favoráveis ao aumento de apenas R$5 elevando o valor para R$545.
Entre os parlamentares evangélicos famosos estão os ex governadores do Rio de Janeiro Anthony Garotinho e Benedita da Silva, o radialista Eduardo Cunha e os já divulgados Pastor Marco Feliciano, a cantora Lauriete e outros.
Na lista abaixo estão todos os 58 deputados evangélicos que votaram contra as propostas de aumento para R$600 e R$560 e votaram a favor da proposta de R$545, também estão as respectivas igrejas que representam e seus partidos:
  1. Anderson Ferreira (PR-PE) – Assembléia de Deus
  2. André Zacharow (PMDB-PR) – Igreja Batista
  3. Aguinaldo Ribeiro (PP-BA) – Igreja Batista
  4. Antonio Bulhões (PRB-SP) – Igreja Universal
  5. Anthony Garotinho (PR-RJ) – Igreja Presbiteriana
  6. Antônia Lúcia (PSC-AC) – Assembléia de Deus
  7. Aureo (PRTB-RJ)
  8. Adilson Soares (PR-RJ) – Igreja Internacional da Graça de Deus
  9. Audífax Barcelos (PSB-ES) – Igreja Batista
  10. Benedita da Silva (PT-RJ) – Igreja Presbiteriana
  11. Cleber Verde (PRB-MA) – Assembléia de Deus
  12. Dr. Grilo (PSL-MG) – Igreja Internacional da Graça de Deus
  13. Edinho Araújo (PMDB-SP) – Igreja Presbiteriana Independente
  14. Edmar Arruda (PSC-PR) – Igreja Presbiteriana Independente
  15. Edivaldo Holanda Junior (PTC-MA) – Igreja Batista
  16. Eduardo Cunha (PMDB-RJ) – Comunidade Sara Nossa Terra
  17. Eduardo  da Fonte (PSB-PE)
  18. Erivelton Santana (PSC-BA) – Assembléia de Deus
  19. Fátima Pelaes (PMDB-AP) – Assembléia de Deus
  20. Filipe Pereira (PSC-RJ) – Assembléia de Deus
  21. George Hilton (PRB-MG) – Igreja Universal
  22. Gilmar Machado (PT-MG) – Igreja Batista
  23. Heleno Silva  (PRB-SE) – Igreja Universal
  24. Íris de Araújo (PMDB-GO) – Igreja Batista
  25. Jefferson Campos (PSB-SP) – Igreja do Evangelho Quadrangular
  26. Jhonatan de Jesus
  27. Josué Bengtson (PTB-PA) – Igreja do Evangelho Quadrangular
  28. Laercio Oliveira (PR-SE)
  29. Lauriete Catarina (PSC-ES) – Assembléia de Deus
  30. Leonardo Quintão (PMDB-MG) – Igreja Presbiteriana
  31. Liliam Sá (PR-RJ) – Assembléia de Deus
  32. Lincoln Portela (PR-MG) – Igreja Batista Solidária
  33. Lourival Mendes (PTdoB-MA) – Igreja Batista
  34. Marcelo Aguiar  (PSC-SP) – Igreja Renascer
  35. Mário de Oliveira (PSC-MG) – Igreja do Evangelho Quadrangular
  36. Marco Feliciano (PSC-SP) – Assembleia de Deus (Avivamento da Fé)
  37. Márcio Marinho (PRB-BA) – Igreja Universal
  38. Missionário José Olimpio (SP) – Igreja Mundial do Poder de Deus
  39. Neilton Mulim (PR-RJ) – Igreja Batista
  40. Nilton Capixaba (PTB-RO) – Assembléia de Deus
  41. Otoniel Lima (PRB-SP) – Igreja Universal
  42. Oziel Oliveira
  43. Pastor Eurico (PSB-PE) – Assembléia de Deus
  44. Paulo Freire (PR-SP) – Assembléia de Deus
  45. Professor Sétimo (PMDB-MA)
  46. Ronaldo Fonseca (PR-DF) – Assembléia de Deus
  47. Ronaldo Nogueira (PTB-RS) – Assembléia de Deus
  48. Sérgio Brito (PDT-BA) – Igreja Batista
  49. Sueli Vidigal (PDT-ES) – Igreja Batista
  50. Silas Câmara (PSC-AM) – Assembléia de Deus
  51. Sabino Castelo Branco (PTB-AM) – Assembléia de Deus
  52. Hidekazu Tayama (PR) – Assembléia de Deus
  53. Vitor Paulo (PRB-RJ) – Igreja Universal
  54. Walter Tosta (PMN-MG) – Igreja Batista Getsêmani
  55. Walney Rocha (PTB-RJ) – Igreja Metodista
  56. Washington Reis (PMDB-RJ) – Igreja de Nova Vida
  57. Zé Vieira (PR-MA) – Assembléia de Deus
  58. Zequinha Marinho (PSC-PA) – Assembléia de Deus
A maioria dos que votaram com o governo são da Igreja Assembléia de Deus, dezenove no total, outros dez são ligados a Igreja Batista, seis a Igreja Universal e cinco a Presbiteriana. Quatro dos deputados, apesar de se afirmarem evangélicos, não se sabe em quais igrejas congregam. A grande maioria são filiados a partidos coligados com o Governo de Dilma Rousseff e o PT.
Indignado, o blogueiro cristão Danilo Fernandes comentou a escolha dos membros da frente evangélica: “eles são deputados cristãos, ou cristãos deputados? Porque se forem cristãos deputados, devem mais lealdade a Cristo e ao povo do que ao partido. O partido lhes deu a legenda, mas foi o povo que lhes confiou o voto”.
Apenas dois parlamentares evangélicos abstiveram-se de votar:
  1. Lindomar Garçon  (PV-RO) – Igreja do Evangelho Quadrangular
  2. Roberto de Lucena (PV-SP) – Igreja O Brasil para Cristo
Remando contra a maré do Governo, 12 deputados evangélicos votaram a favor do novo salário mínimo de R$600 para os brasileiros. Confira a lista completa:
  1. Andreia Zito (PSDB-RJ) – Igreja Cristã Maranata
  2. Arolde de Oliveira (DEM-RJ) – Igreja Batista
  3. Bruna Furlan (PSDB-SP) – Igreja Cristã do Brasil
  4. Delegado Francischini – Assembléia de Deus
  5. Henrique Afonso (PV-AC) – Igreja Presbiteriana
  6. João Campos (PSDB-GO) – Assembléia de Deus
  7. Jorge Tadeu (DEM-SP) – Igreja Internacional da Graça de Deus
  8. Manato (PDT-ES) – Igreja Cristã Maranata
  9. Onix Lorenzoni (DEM-RS) – Igreja Luterana
  10. Romero Rodrigues (PSDB-PB)
  11. Ruy Carneiro (PSDB-PR)
  12. Vaz de Lima (PSDB-SP) – Igreja Presbiteriana Independente
Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário