terça-feira, 12 de abril de 2011

Pai

Pai
Há quanto estás
A conhecer o que acontece dentro em mim
Vai, todo esse tempo vai
E nada fiz daquilo que te prometi
Disse uma vez que louvaria sim
Em prazer ou mesmo em dias maus
E o que me fez chorar foi perceber, Senhor
Que o meu murmurar
Foi mais que o meu louvor...


Pai misericórdia tens
Mesmo sabendo o crente que sou
Concedes tantos bens
Tomas-me
E faz-me diferente ser
E agora junto a Ti
Quero me refazer


Pai 
O que é melhor Tu dás
E mesmo assim tão ansioso eu sei que estou
Vai, eu sei que a vida vai
Pedi, pedi
E nada dei a Ti Senhor
Lembro de uma vez
Que tanto murmurei
Porque me vi sem honra e sem valor
Mas ao cair em prantos 
Eu me lembrei da cruz
Foi lá que o meu Jesus

Nenhum comentário:

Postar um comentário