quarta-feira, 29 de junho de 2011

Perdoado



Eu tenho as marcas 
De quem tinha tudo para viver
Longe do altar de Deus
Longe da graça
Quem me vê assim cantando
Não sabe o que eu sofri


eu atravessei o rio
E o que passou, passou
Fui resgatado das amarras do pecado
Eu não devo nada pro inimigo
Estou coberto e lavado
Fui justificado pelo Sangue


Eu fui perdoado
Aleluia! Eu sou livre





Nenhum comentário:

Postar um comentário