segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Salmo 61:1-4.




"Ouve, ó Deus, o meu clamor; atende à minha oração.
Desde o fim da terra clamarei a ti, quando o meu coração estiver desmaiado; leva-me para a rocha que é mais alta do que eu.
Pois tens sido um refúgio para mim, e uma torre forte contra o inimigo.
Habitarei no teu tabernáculo para sempre; abrigar-me-ei no esconderijo das tuas asas." 

Nenhum comentário:

Postar um comentário