quinta-feira, 31 de março de 2011

Deus é Fiel - Wallpaper














Circunstâncias

Não Olho Circunstâncias

Esta paz que eu sinto em minha alma
Não é porque tudo me vai bem.
Esta paz que eu sinto em minha alma,
É porque eu a quem me é fiel!

Não olho circunstâncias,
Não, não, não, olho o seu amor
Não me guio por vistas, alegre vou!
Este gozo que eu sinto em minha alma,
Não é porque tudo me vai bem!

Este gozo que eu sinto em minha alma,
É porque eu sirvo a quem me é fiel!

Não olho circunstâncias,
Não, não, não, olho o seu amor
Não me guio por vistas, alegre vou!

E ainda que a terra não floresça,
E a vide não dê o seu fruto.
E ainda que os montes se lancem ao mar,
E a terra trema, eu hei de confiar!

Não olho circunstâncias,
Não, não, não, olho o seu amor
Não me guio por vistas, alegre vou!


quarta-feira, 30 de março de 2011

Joelho Dobrado


Eu recebi um email que dizia:

"Você já viu um passarinho dormindo num galho ou num fio, sem cair? Como é que ele consegue isso?
Se nós tentássemos dormir assim, iríamos cair e quebrar o pescoço. O segredo está nos tendões das pernas do passarinho, o pezinho segura firmemente qualquer coisa. Os pés não irão soltar o galho até que ele desdobre o joelho para voar.

O joelho dobrado é o que dá ao passarinho a força para segurar qualquer coisa. É uma maravilha não é? Que desenho incrível que o Criador fez para segurar o passarinho! Mas, não é tão diferente de nós."

É verdade!! O servo de Jesus só pode verdadeiramente repousar, descansar de joelhos dobrados. Dobrados em oração. Nós dependemos da força recebida em oração, da força que vêem dos galhos da árvore em que estamos apoiados.

Jesus, o nosso salvador, é o lugar em que podemos descansar. Ele nos fortalece e cuida de nós! É Ele quem renova nossas forças e nossa fé. Esses dias o Senhor tem gerado em mim um coração que ora. Mas do que nunca tem se renovado a minha convicção de que sem oração acabamos por cair na mornidão espiritual.

A matemática é simples: oração que gera intimidade, que gera santidade, que gera autoridade, que gera vida e poder de Deus fluindo através de nós. Não sei de você, mas eu preciso de mais vida e de mais poder de Deus fluindo em minha vida.

"Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas." (Mateus 11 : 28)

fonte:http://www.hermeneuticaparticular.com

terça-feira, 29 de março de 2011

SODOMA É AQUI!


Salmos 113


Louvai ao SENHOR. Louvai, servos do SENHOR, 
louvai o nome do SENHOR.
Seja bendito o nome do SENHOR, 
desde agora para sempre.
Desde o nascimento do sol até ao ocaso, 
seja louvado o nome do SENHOR.
Exaltado está o SENHOR 
acima de todas as nações, 
e a sua glória sobre os céus.
Quem é como o SENHOR nosso Deus, 
que habita nas alturas?
O qual se inclina, 
para ver o que está nos céus e na terra!
Levanta o pobre do pó, 
e do monturo levanta o necessitado,
Para o fazer assentar com os príncipes, 
mesmo com os príncipes do seu povo.
Faz com que a mulher estéril habite em casa, 
e seja alegre mãe de filhos. 
Louvai ao SENHOR.

domingo, 27 de março de 2011

Quero Que Valorize







Quero que valorize o que você tem
você é um ser você é alguém 
tão importante para Deus 


nada de ficar sofrendo angústia e dor 
neste seu complexo inferior
dizendo às vezes que não é ninguém


Eu venho falar do valor que você tem 
Eu venho falar do valor que você tem


Ele está em você 
o Espírito Santo se move em você 
até com gemidos inexprimíveis, inexprimíveis
Aí você pode então perceber
que prá Ele há algo importante em você



Por isso levante e cante
exalte ao Senhor
Você tem valor 
o Espírito Santo se move em você



Rompendo em fé



Cada vez que a minha fé é provada,

Tu me dás a chance
De crescer um pouco mais.
As montanhas e vales,
Desertos e mares que atravesso
Me levam pra perto de Ti.

Minhas provações não são

Maiores que o meu Deus
E não vão me impedir de caminhar.
Se diante de mim, não se abrir o mar
Deus vai me fazer andar por sobre as águas

Rompendo em fé,

Minha vida se revestirá do Teu poder
Rompendo em fé,
Com ousadia vou movendo o sobrenatural
Vou lutar e vencer, vou plantar e colher,
A cada dia vou viver Rompendo em fé.

segunda-feira, 21 de março de 2011

Jesus Is Love



Father
Help Your children
And don't let them fall
By the side of the road, mmm...mmm...

And teach them
To love one another
That Heaven might find
A place in their hearts

'Cause Jesus is love
He won't let you down
And I know He's mine forever
Oh, in my heart

We've got to walk on
Walk on through temptation
'Cause His love and His wisdom
Will be our helpin' hand

And I know the Truth
And His words will be our salvation
Lift up our hearts
To be thankful and glad

That Jesus is love
He won't let you down
And I know He's mine
Deep down in my soul

Jesus is love
Oh, yes, He is
He won't let you down
And I know He's mine, He's mine, He's mine, He's mine, all mine
Forever, oh, in my heart
Help me, heart, heart
Ooh...ooh...

(Deep in my heart)
I know, I know, I know, I know
Ah, 'cause His love's the power (Power)
His love's the glory (Glory)
Forever (Ever and ever)

Ooh, yeah (Yeah, yeah)
Ooh, yeah (Yeah, yeah)
Ooh, yeah, yeah (Yeah, yeah)

I wanna follow your star
Wherever it leads me
And I don't mind, Lord
I hope you don't mind

I wanna walk with you
And talk with you
And do all the things you want me to do
'Cause I know that Jesus

(Jesus is Love, I know) 'Cause I know, Lord
(And if you ask, I'll show)
(Love is the word forever) And ever and ever

Who can bring you love (Jesus)
Who can bring you joy (Jesus)
Who can turn your life around (Jesus), oh

Ooh, yeah (Yeah, yeah)
Yeah (Yeah, yeah)
Hey

Who will pick you up (Jesus)
When you fall (Jesus)
Who'll stand beside you (Jesus)
Who will love us all

Hey, hey, Jesus (Yeah, yeah)
Jesus (Yeah, yeah)
Oh, yeah (Yeah, yeah)

One thing I wanna say
Who can heal your body (Jesus)
Who can make you strong (Jesus)
Who can help you to hold out (Jesus)
A little while longer

Ooh, yeah (Yeah, yeah)
Yeah (Yeah, yeah)
Jesus loves you (Yeah, yeah), Jesus wants you
If you call Him, He will answer

(Jesus) Call him in the mornin'
(Jesus) Call him in the evenin'
(Jesus) Call him in the midnight hour

Hey, hey (Yeah, yeah)
Yeah (Yeah, yeah)
Yeah, yeah (Yeah, yeah)
Yeah, y'all say it for me

(Jesus is love)

sexta-feira, 18 de março de 2011

quinta-feira, 17 de março de 2011

Salmos 146

Louvai ao SENHOR. O minha alma, louva ao SENHOR.
Louvarei ao SENHOR durante a minha vida; cantarei louvores ao meu Deus enquanto eu for vivo.
Não confieis em príncipes, nem em filho de homem, em quem não há salvação.
Sai-lhe o espírito, volta para a terra; naquele mesmo dia perecem os seus pensamentos.
Bem-aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio, e cuja esperança está posta no SENHOR seu Deus.
O que fez os céus e a terra, o mar e tudo quanto há neles, e o que guarda a verdade para sempre;
O que faz justiça aos oprimidos, o que dá pão aos famintos. O SENHOR solta os encarcerados.
O SENHOR abre os olhos aos cegos; o SENHOR levanta os abatidos; o SENHOR ama os justos;
O SENHOR guarda os estrangeiros; sustém o órfão e a viúva, mas transtorna o caminho dos ímpios.
O SENHOR reinará eternamente; o teu Deus, ó Sião, de geração em geração. Louvai ao SENHOR.

quarta-feira, 16 de março de 2011

All For Love

All for love, a Father gave
For only love could make a way
All for love, the heavens cried for love was crucified


Oh, how many times have I broken Your heart
But still You forgive if only I ask
And how many times have You heard me pray
Draw near to me


Everything I need is You
My beginning, my forever
Everything I need is You


Let me sing all for love
I will join the angel song
Ever holy is the Lord
King of glory, King of all
Oh, how many times have I broken Your heart
But still You forgive if only I ask
And how many times have You heard me pray
Draw near to me


Everything I need is You
My beginning, my forever
Everything I need is You
All for love a Savior prayed
Abba Father, have Your way
Though they know not what they do
Let the cross draw man to You, to You, to You

sexta-feira, 11 de março de 2011

[Sofrimento e a Glória de Deus] “Não Tenho Desculpa Diante De Deus” | A História Do Pastor Zapatta



Encerramos este especial com o testemunho do pastor Zapatta.
Qual desculpa apresentaremos diante de Deus naquele Grande Dia?




Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? Como está escrito: “Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro”. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores. Em todas estas coisas:

tribulação,
angústia,
perseguição,
fome,
nudez,
perigo,
espada;
somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.
- Romanos 8: 35-37 -


quinta-feira, 10 de março de 2011

Antídoto: A cura para a igreja evangélica brasileira


O antídoto para a restauração da saúde da igreja brasileira é mais simples do que parece
Por Leonardo Gonçalves

Que a igreja brasileira não está vivendo o seu melhor momento, não é nenhuma novidade. Basta pesquisar a palavra “igreja” no Google para se dar conta do quanto a instituição carece de integridade e doutrinamento. No entanto, creio que apenas criticar os novos rumos do cristianismo tupiniquim, com seus pastores-apóstolos, profetas mercenários e pregadores cheios de estrelismo, não ajuda a resolver o problema. Obviamente, sei reconhecer o valor de uma crítica bem articulada, mas desprezo a atitude de quem somente destrói sem edificar nada no lugar, apenas pelo prazer de ver os escombros. A agressividade de quem só ataca sem oferecer uma resposta satisfatória à problemática eclesiástica e a hostilidade de quem aponta o problema, mas é incapaz de (tal como Neemias) ser a resposta ao próprio clamor é tão reprovável quanto a conduta dos mercadores da fé. Em síntese, tal atitude redunda em hipocrisia e grande desejo de aparecer às expensas daqueles que são objeto da sua fúria voraz.

Nesse ínterim, mentes esclarecidas argumentam contra o atual estado das coisas, mas na maioria dos casos, esquece-se de dizer como as coisas deveriam ser. Preocupam-se em execrar os farsantes, mas não indicam uma outra via, uma possível eleição. Deste modo, acaba-se promovendo uma generalização banal. A “apologética denuncista”, tão popular nos últimos anos, acaba fortalecendo o estereótipo latente no imaginário popular de que todo pastor é ladrão e que igreja evangélica é sinônimo de bandalheira.

Não quero assumir nenhuma postura messiânica. Não tenho o brilhantismo de Lutero, nem o zelo teológico de Calvino. Falta-me a coragem de John Huss e Wyclyffe, e sobra-me o pedantismo e a inconstância de Pedro. Sendo assim, ninguém mais improvável do que eu, para querer dogmatizar a apologética ou indicar a única via possível para a restauração da igreja evangélica neste país. Apesar disso, a paixão que tenho pela igreja, somada a pouca experiência de 10 anos como plantador de igreja, me conferem um pouco de autoridade para abordar este tema tão polemico. E visto que tenho falado sobre indicar o caminho sobre o qual a igreja evangélica brasileira deve trilhar para desenvolver-se de modo saudável, passarei a discorrer sobre aqueles tópicos que, a meu ver, deveriam ser tratados com mais responsabilidade pelos líderes eclesiásticos do nosso Brasil.

Primeiramente, a igreja brasileira precisa de pastores com vivencia apologética. Observe que não estou falando de pregação apologética, mas de vivencia apologética. Não creio que pregar contra a rosa milagrosa, o sabonete ungido e a fogueira santa seja mais necessário que a integridade ministerial. Já dizia um antigo pastor: “uma grama de testemunho vale mais que um quilo de pregação”. A crise da igreja evangélica brasileira não é apenas teológica; ela é moral. A própria teologia neopentecostal com sua ênfase na prosperidade adquirida através de vultosas ofertas nada mais é do que o reflexo do caráter hediondo dos seus arautos, verdadeiros estelionatários que já estariam atrás das grades, se este fosse um país sério. A vida do ministro sempre falará mais alto que seu sermão, razão pela qual sua vida, e não apenas o seu sermão, deve ter ênfase apologética. Pietismo, santidade, pudor, vergonha na cara, devem ser buscados mais do que as unções, os poderes, as línguas e as profecias.

Em segundo lugar, nossa liderança precisa ser mais tolerante com respeito à liturgia, adequando-se ao mundo contemporâneo. Precisamos deixar de perder tempo discutindo se podemos ou não dançar, se o rock é de Deus ou do diabo, se devemos ou não aplaudir, e concentrar-nos mais no evangelho de Jesus. Peço desculpas pelo tom de desprezo, mas sinceramente acho ridículas as discussões presbiterianas sobre “salmodia exclusiva”, e risível o argumento pentecostal de que a verdadeira musica sacra foi escrita há cem anos. Se temos como objetivo comunicar as verdades espirituais aos homens e mulheres do nosso tempo, precisamos de uma liturgia que se adapte as necessidades do mundo contemporâneo.

Logo, em terceiro lugar, penso que a igreja evangélica precisa de contextualização missionária. Isso decorre do segundo ponto: O povo brasileiro é ímpar por causa da sua diversidade cultural, e isso vai refletir na igreja. No entanto, a maioria dos pastores brasileiros parecem insensíveis a essa diversidade cultural, e acabam impondo a linguagem e os costumes do “gueto gospel” aos incrédulos. Dessa forma, criam uma geração de crentes estereotipados, meros papagaios de chavões de mau gosto: “Fala vaso!”, “Oh, varão, tem fogo aí?”, e outras fraseologias que são acessíveis apenas aos iniciados e que excluem a todos os demais. Precisamos de uma igreja cuja pregação se adapte a linguagem, contexto e necessidades do povo brasileiro.

Precisamos resgatar a pregação cristocentrica, a mensagem da justificação pela fé, e enfatizar estas verdades em todo tempo, pois elas são o cerne da teologia protestante. Nossas igrejas não possuem ênfase cristocentrica em seus ensinos. Aliás, para ser sincero, Cristo é um personagem coadjuvante nas pregações hodiernas. Fala-se muito sobre Davi, Sansão, Elias e Eliseu, profetas e reis do Antigo Testamento, mas muito pouco se fala sobre os méritos da cruz e sua aplicação na vida do crente. A justificação pela fé permanece apenas na qualidade de dogma, pois na prática o que vale mesmo é a teologia da barganha, da permuta, do “fiz por merecer”. A doutrina da justificação pela fé é o contraponto para refutar as heresias da prosperidade e a manipulação do sagrado, tão propaladas no meio pentecostal e mais recentemente pelos neopentecostais, sendo esta mais uma razão pela qual ela deve ser enfatizada.

Em quinto lugar, se queremos ser realmente bíblicos em nossa forma e próposito, precisamos elaborar uma eclesiologia menos centralizadora, que faça jus a doutrina protestante do sacerdócio de todos os crentes e introduza os leigos no ministério cristão, servindo com seus dons. Uma das maneiras de conseguir isso é através de pequenos grupos, reuniões caseiras, criando uma estrutura que promova a comunhão ao mesmo tempo em que permite que os crentes descubram seus talentos e ministrem a outros. Ao fazê-lo, estaremos permitindo que “a justa operação de cada parte produza o crescimento” (ênfase acrescentada).

Finalmente, creio que devemos ser sensíveis o suficiente para perceber até que ponto vale à pena lutar contra o sistema, e em que ponto é necessário abandonar o barco. Como disse no início deste texto, opor-se ao mercantilismo evangélico, as barganhas e vida pecaminosa dos líderes eclesiásticos, sem dispor o próprio coração para ser você mesmo a cura que a igreja precisa, nada mais é do que palavrório vão. As “igrejas S/A” tem ferido a milhares de pessoas, e é preciso que se levantem servos de Deus para apascentar, restaurar e re-orientar estas pessoas. Há uma grande necessidade de igrejas sadias no nosso país e eu oro para que alguns dos críticos de hoje ultrapassem a barreira da crítica pela crítica e se proponham a ser a mudança que a igreja precisa. Oro para que muitos dos que hoje acusam a igreja de tantos pecados, se disponham a ser, eles mesmos, os líderes que anelam ver.

É claro que há muitos outros aspectos em que a igreja brasileira pode e deve melhorar, mas creio que se conseguirmos aplicar estes, já teremos feito um grande progresso.


***
Leonardo Gonçalves ama a igreja e deseja amá-la cada vez mais. Sonha com uma igreja diferente e se dispôs a ser – ele mesmo – a resposta da sua oração. E você? Será que você está disposto a se transformar na igreja que você sonha ver? Está disposto a se transformar no líder ético e espiritual que você anela ter? #isso_é_reforma!


João 15.15

terça-feira, 8 de março de 2011

OLHA EU AQUI

Já tentaram de tudo pra me fazer parar
Já tentam me convencer que eu não vou conseguir
E jogaram-me num calaboço,
Na tentativa de apagar meu sonho,
 
O sonho que um dia eu sonhei pra mim
Mas o sonho de um crente não pode morrer
Mesmo que eu seja incompreendido pelos meus irmãos
Pode falar de mim o que quiserem
Me obrigar a ficar sozinho,
Mas Deus garante que está comigo,
Eu sobrevivi

Olha eu aqui,
Ninguém vai me impedir de receber minha vitória
Pois foi Deus que me escolheu e escreveu a minha história
Que o inimigo queira ou não queira, eu estou aqui
Olha eu aqui,
O inimigo até pensou que eu já tinha desistido,
E espalhou pra todo mundo que eu tinha morrido,
Mas para vergonha dele, olha eu aqui

Quanto mais o tempo passa para mim,
Não compreendo muita coisa que me aconteceu
Mas eu sirvo um Deus que me ama,
Que me escolheu e me tirou da lama
E não é qualquer tempestade que vai me destruir
Mesmo que eu seja esquecido pelos meus irmãos,
Tenho certeza que o caminho, Deus preparou pra mim
E quem quiser acreditar, espere
Quem está vivo, acredita e veja
É Jeová que por mim peleja, eu sobrevivi

segunda-feira, 7 de março de 2011

ABRAÃO E ISAQUE

Um dia, em Berseba, saiu partindo para Moriá
Um velho levando um menino calado a pensar
Ninguém conhecia o mistério
Seguiam só os passos seus
Mas eles sabiam que o velho era amigo de Deus
O dia caía, e então paravam para descansar
E, na madrugada seguinte, voltavam a andar
O velho Abraão sem temer, sabendo que Deus grande é,
Seguia ao encontro de Deus p’ra provar sua fé

Três dias passaram, e então ali conseguiram chegar
No certo lugar onde a fé ele iria provar
Os servos ficaram, e assim, levando o menino, ele foi
Deixando a certeza que os dois voltariam depois
Isaque seguia na frente, formoso até no caminhar
Quem sabe Abraão, nessa hora, começou chorar
Isaque perguntou: "Meu pai, cadê o cordeiro, onde está?"
"Meu filho, o Cordeiro p'ra si, Deus proverá!"

"Proverá, proverá, meu filho, o Cordeiro p'ra si, Deus proverá!"
"Proverá, proverá, meu filho, o Cordeiro p'ra si, Deus proverá!"

O velho Abraão preparou, com todo cuidado, o altar
Colocando a lenha em ordem p’ra o fogo pegar
Pegou o menino e amarro,
deitou sobre o altar então
Estava bastante afiada uma arma na mão
O velho Abraão, pela fé no plano de Deus, não fugiu
Estava disposto a cumprir o que Deus lhe pediu
Mas com ele o anjo bradou: “Não faças nada ao filho seu,
Porquanto agora eu sei que temes a Deus!”

"Proverá, proverá, irmão a vitória pra ti, Deus proverá!"
"Proverá, proverá, irmão a vitória pra ti, Deus proverá!"